O desafio da organização com finalidades motivacionais

Você já jogou Tetris alguma vez na sua vida? Nesse jogo eletrônico, a finalidade é organizar peças geométricas de forma que as cores iguais fiquem unidas. Quando o jogador consegue unir as cores, ele acaba cumprindo uma pequena parte do objetivo maior do jogo que é: passar de fase. Quem entende o jogo como um desafio de organização sabe que quanto melhor as peças geométricas são acumuladas, maior a pontuação e maior a vontade de continuar tentando.

Em suma, o Tetris pode ser encarado como uma analogia da vida real. Se, por exemplo, no seu cotidiano, as coisas não se encaixam, fica impossível passar de fase.

Vejamos um caso hipotético de um aluno que ‘bombou’ três semestres consecutivas numa disciplina do curso de matemática de uma faculdade de São Paulo. O que pode estar acontecendo é que, talvez, esse aluno não esteja conseguindo encaixar as peças, não esteja conseguindo se organizar ou a faculdade de matemática pode estar completamente fora dos seus propósitos essenciais.

Descobrir qual o propósito essencial, aquilo que chamamos de vocação, é importante para que a pessoal encontre o seu ‘jogo’. Ainda na nossa analogia, há vários tipos de Tetris. Alguns encaixam cores, outros encaixam números e, outros ainda, encaixam desenhos. Nesse sentido, de que adianta passar de fase num ‘jogo’ que não é o seu?

Quem tem dificuldades em descobrir a própria vocação tem como alternativa os chatíssimos testes psicológicos, as dinâmicas criadas por organizações de psicologia ou, o mais legal de todos: participar de uma palestra motivacional que o ajude a descobrir os seus propósitos mais profundos.

Quando se sabe os propósitos essenciais, fica fácil fazer pequenos propósitos de curto prazo que o ajudarão a conquistar os propósitos maiores, de longo prazo, aqueles que você imaginou para daqui há dez, vinte, trinta anos. Aí o ‘jogo’ começa a ficar interessante. Fica mais fácil se organizar, encaixar as peças, passar de fase, ir adiante, se realizar pessoalmente.

Dessa forma, tudo o que devemos fazer nessa vida é, entrar no ‘jogo’ certo, descobrir os nossos talentos e propósitos mais essenciais, lapidá-los e multiplicá-los, porque isso nos realiza.

You are here: Artigos O desafio da organização com finalidades motivacionais